Início » Segurança Eletronica » CFTV e sua importância para a Segurança Eletrônica

CFTV e sua importância para a Segurança Eletrônica

O objetivo deste texto é além de falar o que é CFTV, desfazer algumas confusões relacionadas a sistema analógico, digital e tecnologia IP. E claro, mostrar a importância do CFTV para a Segurança Eletrônica. Você sabe por que ela é importante?

O que é CFTV?

O significado literal de CFTV é Circuito Fechado de Televisão. E circuito fechado de TV é “um sistema de televisão que distribui sinais provenientes de câmeras localizadas em locais específicos, para um ou mais pontos de visualização.” (Wikipedia)

Então, em outras palavras CFTV é um sistema de segurança eletrônica e monitoramento composto por um conjunto de equipamentos que registram imagens das câmeras e as disponibilizam para uma tela (monitor, smartphone entre outros). 

Entre a imagem capturada (câmera) e a imagem transmitida (tela) há todo um sistema de CFTV que permite o funcionamento adequado. 

O itens que compõem esse sistema dependem do objetivo do usuário final, que como já falamos é um dos passos para fazer um bom projeto de segurança. Mas para um projeto básico de CFTV podemos considerar a definição dos seguintes itens: Câmeras, Infraestrutura, Gravador de Vídeo, Software de Monitoramento e Monitor.

Estrutura de um sistema de CFTV básico
Estrutura de um sistema de CFTV básico

Estrutura de um Sistema de CFTV

Antes de falarmos sobre quais os tipos de sistemas de CFTV, vamos pontuar algumas considerações sobre câmeras, gravadores e sistemas Analógico, digital e IP. Acompanhe.

Câmeras de Segurança

As câmeras de segurança podem ser:

  • Analógica
  • IP

Existem duas formas de infraestrutura por trás das câmeras. A primeira exige que você tenha dois cabos conectados, um para transmissão da imagem (coaxial ou par trançado) e outro como fonte de energia. Essa chamamos de analógica. Ou a segunda opção é a infraestrutura via cabo de rede (aquele mesmo do computador) que são utilizados nas câmeras IP.

As câmeras analógicas tem melhorado muito, então hoje você encontra câmeras com boa resolução, infravermelho e longo alcance mesmo em câmeras com sistema analógico. Mas a câmera IP oferece algo a mais.

A câmera IP já faz parte do mundo da internet das coisas. As possibilidades de uma câmera IP são ampliadas, você além de captar as imagens consegue analisar e acionar comandos. Então comandos como, por exemplo, mapa de calor, reconhecimento facial ou analítico de perímetro. 

Infraestrutura

Analógica: Como falamos brevemente no tópico anterior, a infraestrutura será via cabo coaxial ou par trançado quando utilizado para sistemas de câmeras analógicas. É necessário também ter uma fonte de energia conectada à câmera. 

Quando falamos em infraestrutura de sistemas analógicos temos que considerar que ele impacta diretamente na qualidade da entrega da imagem. Casos em que a distância da câmera até o gravador é longa, ocasiona maior interferência e perda de qualidade da imagem. O mesmo acontece quando os cabos ficam expostos no tempo ou a umidade. 

Resumindo, o estado de conservação do cabo ou a compra de cabos de baixa qualidade impactam diretamente na qualidade da entrega da imagem da câmera ao usuário.

IP: Diferentemente da estrutura para analógico, o cabeamento das câmeras IP são via cabo de rede. O cabo de rede já faz o tráfego dos dados e transmite energia para as câmeras, economizando recursos com a instalação de infraestrutura elétrica. Por ser um sinal digital você não tem perda durante a transmissão dos dados, consequentemente não terá perda de qualidade da imagem.

Gravador de Vídeo 

Agora sim, estamos falando de analógicos, digitais e IP. 

Não se espante com a informação a seguir: os Gravadores analógicos grava as imagens em fitas. A principal diferença para um gravador analógico é que os gravadores digitais gravam as imagens em um HD (Hard Disc). Fique atento: o modelo do Gravador digital (DVR) te indica qual a resolução máxima da câmera que você pode ter.

E para o uso de câmeras IP você pode optar por gravadores IP (NVR) ou um servidor. Quando falamos em tecnologia IP, abrimos as portas para um mundo de possibilidades de integrações e funções agregadas.

Software de Monitoramento

Os DVRs e NVRs possuem seus próprios softwares para monitoramento das imagens, mas você não fica limitado ao uso dele. 

Os NVRs e softwares de gerenciamento IP acrescentam inteligência ao seu sistema de CFTV. Inteligência através de analíticos de perímetro, sensor de movimento, identificação de placas e muito, muito mais.
Se você quer integrar toda a parte de segurança da sua empresa, ter um bom software, que converse com todos os seus produtos instalados, fará a diferença na produtividade. 

Monitor

Esse tópico é apenas para dizer que você não precisa ver as imagens apenas por uma TV ou monitor. Os gravadores digitais e IP já permitem que você acesse do seu smartphone, tablet, notebook e computador. 

Quais os Tipos de CFTV?

Agora que já sabemos que as câmeras podem ser IP ou Analógicas e, os Gravadores podem ser analógicos ou Digitais/ IP, está na hora de saber os tipos de CFTV.

Um sistema de CFTV pode ser Analógico, IP, ou híbrido. Veja um breve resumo das diferenças dos tipos de CFTV:

Sistema de CFTV Analógico

Que utilizam cabeamento via coaxial ou par trançado para a transmissão das imagens e mais um cabo de energia para alimentar a câmera. Os equipamentos que integram um sistema analógico são: 

  • Câmeras analógicas (que tem com resolução até 4k no mercado)
  • Infraestrutura via cabo coaxial ou par trançado + acessórios de conexão + cabo de energia
  • DVR digital.

Sistema de CFTV IP

Que utilizam cabo de rede que além de transmitir os dados e imagens ainda transmitem a energia para as câmeras. 

OBS: O CFTV IP é comumente chamado de CFTV digital 

Os equipamentos que integram um sistema de CFTV IP são: 

  • Câmeras IP
  • Infraestrutura via cabo de rede + switch
  • NVR ou Plataforma unificada

Sistema de CFTV HÍBRIDO

Quando tem câmeras analógicas e IP instaladas no mesmo ambiente e gravando no mesmo gravador. E nesse caso a única regra é que o gravador seja híbrido, comportando tanto as câmeras analógicas quanto IP.

Qual a importância do CFTV para a Segurança Eletrônica

Um sistema de CFTV é um dos itens que compõem a segurança eletrônica de uma empresa. A segurança eletrônica de uma empresa pode ser composta por:

  • Controle de Acesso
  • Sistema de CFTV
  • Sistemas de Alarmes
  • Analíticos de Imagem

Um complementa a função do outro, e juntos conseguem entregar mais segurança, com mais eficiência, precisão e redução de custos operacionais. 

Cenário 1:

Imagine que na sua empresa tenha apenas um sistema de controle de acesso. É suficiente para te oferecer segurança? Um pouco talvez, já que pode dificultar o acesso de pessoas indesejadas. Para garantir que não entre pessoas sem autorização precisa que tenha um profissional de segurança em cada ponto de acesso (entradas de estacionamento, catracas, entre outros) para cuidar desses acessos. 

Cenário 2: 

Agora, se você tiver, além do controle de acesso, mais câmeras de segurança, poderia ter menos profissionais e poderia ser mais produtivo. Por que? Porque além de se deslocar para atender apenas possíveis acessos pontualmente necessários, poderia monitorar as demais câmeras de segurança e liberar os acessos remotamente.

Cenário 3: 

Pode ser que sua empresa não tenha acessos noturnos e finais de semana, então faz sentido que tenha um sistema de alarme para esses períodos. Não sendo necessário ter vários profissionais em revezamento para garantir a segurança. 

E então quando o alarme disparar, a equipe é acionada e pode prontamente acessar as imagens das câmeras, identificar o ocorrido e, inclusive, bloquear acessos se for o caso. Além, é claro, no caso de invasões de acionar a polícia e se deslocar até o local.

Cenário 4:

Existe ambientes altamente prováveis de invasão ou furto? O comum é que a segurança seja redobrada no local. Veja esse exemplo de furto em um ambiente de captação de água solucionado com uma solução de perímetro, que é um analítico de imagem. É humanamente impossível monitorar um grande ambiente e perceber todas as situações de risco que possam estar ocorrendo. 

Para isso podemos configurar regras no seu sistema de monitoramento, e ajudar sua equipe de segurança ser mais efetiva

Em um cenário de exemplo, quando algum suspeito está tentando algo inapropriado, a câmera é acionada e dispara no monitor de monitoramento. Quando alguém passa do limite de área permitida, dispara a imagem da câmera no monitor. Quando alguém tenta abrir uma porta com a senha errada, dispara o evento no monitor da equipe de segurança. E poderia falar inúmeras outras situações.

Onde quero chegar com tudo isso? Lembra que falei que o sistema de CFTV é um dos itens que compõem um sistema de segurança? Pois bem, ele sozinho você consegue sim ter mais segurança. Mais do que sem ter ele, pelo menos. Mas certamente, a eficiência da segurança da sua empresa pode ser melhorada. 

E qual seria do papel do CFTV na Segurança Eletrônica?

Você percebe que na maioria dos cenários as imagens da câmera de segurança facilita a tomada de decisão para o próximo passo? Com isso conseguimos ver a importância do CFTV para a segurança eletrônica.

Com imagens em tempo real você consegue tomar decisões sem se colocar em risco, ou colocar sua equipe de segurança em risco, e esse é o principal benefício do CFTV.

Um novo momento, e nova sugestão de uso das suas câmeras é adicionar inteligência de mercado a elas. E além de monitoramento e segurança, você pode ter insights sobre os consumidores, melhorar o desempenho da equipe, aprimorar a experiência do cliente e aumentar as taxas de conversão de vendas.

Com um bom sistema de CFTV na sua empresa você faz muito mais que monitorar os ambientes. Você dá inteligência para ele trabalhar sozinho e você só ser acionado quando há necessidade de intervenção. 

RESUMO

Vamos recapitular o conteúdo?

O que é CFTV?

CFTV é um circuito fechado de TV, onde as câmeras de segurança transmitem sinais para um sistema que converte as imagens para reproduzir em uma tela.

Quais os tipos de câmeras de segurança?

As câmeras de segurança podem ser analógicas ou IP. 

Quais os tipos de gravadores?

Os gravadores podem ser analógicos (obsoleto), DVR ou NVR.

Quais os tipos de CFTV? 

Existe hoje em dia 3 tipos de CFTV: Analógicos, IP ou Híbridos.

Qual a importância do CFTV para a segurança eletrônica?

Com imagens em tempo real você consegue tomar decisões sem se colocar em risco, ou colocar sua equipe de segurança em risco. Além disso, pode ser acionado somente quando há eventos que precisem da sua intervenção. E também, você pode adicionar inteligência ao seu sistema de CFTV e ter informações dos seus consumidores, da sua equipe, dos seus processos.

Reunimos nesse post o básico sobre CFTV, o necessário para que você entenda as diferenças entre um sistema de CFTV analógico e IP. E também esclarecemos sobre o funcionamento das câmeras analógicas e as câmeras IP.

Ah, se você tem interesse em investir em um sistema de CFTV para sua empresa fale agora com nossos consultores 😉

Pesquisar por...

Últimas publicações

Compartilhe

Somos uma agência de consultoria e serviços personalizados na área de tecnologia da informação. Nossa vocação é diminuir custos operacionais, perdas e danos, índices de acidentes, passivo ou, ainda, melhorar os processos internos dos nossos clientes.

Leia também

Menu
Fale conosco!
Oi, tá com alguma dúvida específica do seu negócio? Se quiser conversar com a gente estamos por aqui, sem compromisso :)
ComercialWhatsApp