Início » Segurança Eletronica » Segurança Escolar – Solução de videomonitoramento

Segurança Escolar – Solução de videomonitoramento

A Avenues São Paulo aplicou um conceito abrangente de integração tecnológica para dar suporte a sua filosofia pedagógica e à experiência
de pais e alunos
e garantiu a segurança escolar de seus alunos.

Você também pode baixar esse conteúdo para ler depois clicando aqui.

Missão

Nas principais cidades do mundo haverá um campus da Avenues World School ao longo dos próximos anos. A iniciativa busca minimizar as fronteiras globais e criar uma comunidade de aprendizagem altamente integrada, conectada e fundamentada por uma visão comum, um
currículo compartilhado, desenvolvimento profissional coletivo, e os benefícios da tecnologia contemporânea.
Para isso, a tecnologia IP é um fator primordial: primeiro, pela integração; e também por estar preparada para o que está por vir, à prova de futuro.

Solução de segurança escolar aplicada

Na Avenues, a tecnologia IP está envolvida em todos os processos, desde a recepção dos alunos até a resolução de problemas cotidianos, como achar um objeto esquecido. A sede conta com 340 Câmeras de Rede Axis para compor um sistema baseado em plataforma aberta
que também integra o AXIS Perimeter Defender, Controle de Acesso Axis e soluções de companhias parceiras, como Milestone e Averics.

Resultado

Utilizando ferramentas digitais, a Avenues São Paulo conseguiu ampliar o escopo do projeto de videomonitoramento sem abrir mão dos pilares da instituição: acolhimento, segurança e respeito. Ao invés de barreiras físicas recepcionando pais e alunos diariamente e criando tensão logo no primeiro contato com a escola, a Avenues utiliza um sistema inteligente.
Como o investimento no colégio se pagará dentro de 5 anos, durante todo esse período a Avenues terá garantido o funcionamento do sistema através dos 5 anos de Garantia, com uma plataforma à prova de futuro que continuará pronta para agregar novas tecnologias e serviços mesmo cinco anos após a inauguração.

A Avenues World School se preocupa em formar cidadãos do mundo e, para isso, seria incongruente trabalhar com fronteiras físicas e barreiras – da arquitetura até as operações do cotidiano.

Ao invés de ter barreiras físicas na porta da escola que promoveriam uma primeira interação com pais e alunos bastante hostil ao barrar logo no primeiro contato, adotamos um sistema inteligente baseado em imagens e controle de acesso para proporcionar uma acolhida segura e funcional para pais e alunos tanto na entrada quanto na saída. A tecnologia possibilitou a eficiência da operação com equipes enxutas e mais integradas”, relata Lia Muschellack, Diretora de Tecnologia.
O projeto de videomonitoramento para os 40 mil m² do campus brasileiro da Avenues incluiu 340 câmeras monitoradas por dois funcionários por turno. Os equipamentos se integram à plataforma de gestão de acessos da Averics e ao software de gerenciamento da Milestone.

Acesso de funcionários e visitantes

Através do crachá, a entrada é liberada para os funcionários no estacionamento do local e a chegada é acompanhada por imagens em alta resolução. Há uma catraca com leitora de crachá em todos os acessos do estacionamento que também funciona para os responsáveis dos alunos. A Avenues oferece um crachá para todos que tem direito de acessar o prédio.
Para os colaboradores que chegam a pé ou que não utilizam o estacionamento, o Videoporteiro IP AXIS A8004-VE está integrado à leitora de crachá. O produto permite ler códigos QR que podem ser enviados, por exemplo, a título de convite para um evento na escola.
Assim, cada convidado ou visitante recebe um QR Code no celular e o equipamento libera a entrada de acordo com o código.
Houve também preocupação com acessibilidade. O videoporteiro foi adquirido com um kit que permite o acesso de maneira autônoma e inteligente para pessoas com dificuldades auditivas ou visuais.

Muita visão, pouco storage

Em um colégio de 40 mil m², as câmeras de videomonitoramento ajudam na hora de encontrar o estudante que não se apresenta quando seu portador vem buscá-lo.
As câmeras também acabam sendo utilizadas para resolver rapidamente ocorrências comuns em toda escola: os objetos esquecidos.

“Nossos alunos não utilizam o celular na escola, mas recebem iPad ou MacBook para realizar tarefas pedagógicas. E não é raro algum estudante esquecê-los em algum lugar da instituição. Para resolver facilmente, recuperamos as imagens e acompanhamos o percurso do aluno para ver onde deixaram”, explica Lia.

Com as 340 câmeras auxiliando as equipes de segurança, limpeza e pedagógica, o volume de dados era uma preocupação da equipe de TI. Isso foi resolvido com a tecnologia Zipstream.

“É fantástico para a quantidade de imagens que precisamos armazenar. As imagens ficam armazenadas por período prolongado e seria inviável sem o Zipstream”, comenta Lia sobre o recurso que preserva detalhes forenses importantes enquanto reduz os requisitos de largura de banda e armazenamento em 30% para o colégio.

Sem medo da luz

E das câmeras é também preciso destacar o posicionamento e a aparência discreta dos equipamentos que em nada atrapalham o design
arquitetônico do empreendimento ou causam a sensação de vigilância constante.
A arquitetura privilegia a iluminação natural, o que exige equipamentos capazes de se adequar às diversas condições de luminosidade de cada momento do dia.

As câmeras precisavam estar preparadas para dar conta dos contrastes e essa foi uma preocupação superada pela tecnologia de compensação de iluminação (WDR) disponível nos equipamentos escolhidos. Assim, tanto em áreas de sombra quanto em áreas de luz intensa, as imagens permanecem nítidas nos menores detalhes.

Solução perimetral

O campus da Avenues São Paulo, com seus oito andares úteis e mais três subsolos, fica localizado próximo a uma das vias principais da cidade. Para se proteger de possíveis invasões, a Avenues optou por uma solução inovadora. Ao invés de rondas da equipe de segurança,
o projeto privilegiou a solução AXIS Perimeter Defender.
Trata-se de um sistema altamente eficaz que detecta e responde automaticamente quando pessoas ultrapassam o limite demarcado pela Avenues, reduzindo a quantidade de alarmes falsos. A solução usa câmeras e analíticos avançados para detectar e analisar eventos, descartando os que não representam ameaça e notificando a equipe de segurança sobre situações possivelmente críticas – para que os
profissionais decidam o que é uma emergência ou não.
Na Avenues, a área perimetral tem uma ampla área arborizada e, por isso, requer de um analítico afinado para desconsiderar o movimento de folhas ou pássaros.
“O fato de conseguir uma precisão de alarmes é algo muito positivo. Outro fator é a possibilidade de a tecnologia ir se adequando com o uso concreto de cada ambiente. Na primeira semana, por exemplo, tivemos alguns alarmes falsos, mas que com ajustes no analítico foram corrigidos”, diz a diretora de tecnologia.
Mesmo sem depender de agentes de segurança, toda a área fica protegida. A exemplo de quando invasores pularam o muro de um terreno ainda vazio ao lado da escola, e que futuramente acomodará outro empreendimento. Como o terreno já está protegido pela solução de proteção perimetral da Axis, a central recebeu o alerta na hora e acionou a polícia, que evitou que os invasores continuassem acumulando lixo e transformassem o terreno num aterro ilegal.

Volta ao mundo

A Avenues é composta pelo campus em Nova Iorque, o campus brasileiro e os futuros endereços previstos para 2019: duas unidades na China e uma em Miami. E a integração que poderia ser apenas pedagógica e administrativa poderá, com a tecnologia IP, se expandir para todos os processos.
“A ideia é que tenham soluções integradas para todos os campi. Um aluno que entrou na Avenues São Paulo poderá acessar todas as outras com o mesmo cadastro, assim como funcionários que poderão, por exemplo, desempenhar a mesma função em qualquer lugar uma
vez que o sistema é o mesmo, não precisaria de um treinamento específico para cada localidade. A Axis foi escolhida também por ser global. E o campus São Paulo servirá de modelo tecnológico para os futuros campi”
, revela Muschellack.
Outra expansão prevista na tecnologia digital é a utilização de áudio IP para comunicação em massa em tempo real.

“Atualmente esses avisos diários são feitos por e-mail ou pelos professores. O áudio bem direcionado em qualquer campo é bem interessante”, comenta.

Fonte: AXIS.

Pesquisar por...

Últimas publicações

Compartilhe

Somos uma agência de consultoria e serviços personalizados na área de tecnologia da informação. Nossa vocação é diminuir custos operacionais, perdas e danos, índices de acidentes, passivo ou, ainda, melhorar os processos internos dos nossos clientes.

Leia também

Menu
Fale conosco!
Oi, tá com alguma dúvida específica do seu negócio? Se quiser conversar com a gente estamos por aqui, sem compromisso :)
ComercialWhatsApp