Início » RFID » RFID elimina custos com logística reversa

RFID elimina custos com logística reversa

RFID elimina custos

Veja como a Oxford conseguiu eliminar custos de logística reversa com um projeto de RFID

Quem é a Oxford?

Fundada há mais de 65 anos e presente em 60 países, a Oxford faz jus a seu reconhecimento: conta com mais de dois mil funcionários nas unidades industriais e administrativas de São Bento do Sul (SC), Campo Alegre (SC), Pomerode (SC) e São Mateus (ES). 

O que era uma empresa de porcelanas hoje mantém em seu portfólio linhas completas para cozinhar, servir, organizar, decorar, brindar, além de argilas especiais da unidade de mineração e brindes para o mercado corporativo da marca Oxford Gifts.

Com a complexidade do seu negócio, a busca constante por melhorias apontou para a logística como um dos pontos de atenção. 

Qual era o problema de logística?

A Oxford possui 2.500 SKUs (stock keeping units) e fabrica mensalmente 6 milhões de unidades em todas as suas três plantas fabris.

Também embala 300 mil caixas por mês de produtos acabados, as quais posteriormente são separadas para serem entregues de acordo com os pedidos de cada cliente, gerando em torno de 4 mil entregas.

O ponto-chave do projeto, onde conseguiram retorno do investimento em pouco tempo, foram cerca de 110 entregas com problemas: ao terem de retornar à fábrica, acabavam gerando custos com logística reversa.

Como ficou o processo da oxford?

A Oxford automatizou o seu sistema de identificação e expedição com etiquetas RFID. As caixas de jogos de porcelana passaram a ser identificadas de acordo com o conteúdo, modelo, quantidade e cor. 

Após a identificação, as caixas ficam armazenadas até serem despachadas. Entre a área de embalagem e o setor de estoque, há um portal que registra e lê as etiquetas RFID, lançando os dados captados no sistema.

No setor de estoque a tecnologia instalada permite saber a localização e identificação exata dos itens. 

Quando a encomenda é enviada para as docas, passa por outro portal RFID para conferência e encaminhamento.

O que a Oxford ganhou com o RFID?

O sistema de radiofrequência permitiu organizar melhor os processos, com mais agilidade e sem erros. 

Por falar em erros, a implantação permitiu zerar os custos com logística reversa, e só esse ponto foi suficiente para alcançar ROI em 12 meses, já que o processo ganhou velocidade e eficiência na separação e encaminhamento das encomendas aos clientes.

Outro ganho destacado por Marcelo Correa, gerente de logística e responsável pelo projeto, é que os produtos agora podem ser transportados por carrinhos ou por empilhadeiras e são facilmente localizáveis, pois o local de armazenamento é registrado pelos funcionários do estoque no ERP (sistema de gestão empresarial).

Faça como a Oxford, zere os erros e multiplique o crescimento da sua empresa! Você já sabe que pode contar com a I3C Soluções Inteligentes para desenhar um projeto personalizado às suas necessidades. Agende uma visita agora mesmo!


Pesquisar por...

Últimas publicações

Compartilhe

Leia também

Menu
Fale conosco!
Oi, tá com alguma dúvida específica do seu negócio? Se quiser conversar com a gente estamos por aqui, sem compromisso :)
ComercialWhatsApp